Archive for the ‘ Distopias Cinematográficas ’ Category

George Lucas Contra-Ataca

Já pensou num filme que mistura Star Wars com Old Boy? O pessoal do Slick Gigolo já. E ainda fez um trailer falso pra mostrar como seria tal obra-prima potencial.
A trama é a seguinte: George Lucas, após o lançamento do Retorno de Jedi, encerrando a bem-sucedida trilogia, cogita fazer produções mais artísticas e menores. Então um dia ele é sequestrado e mantido em cativeiro por 20 anos (uma espécie de “Oh Dae-Lucas”). Um sósia toma o seu lugar e produz mais 3 detestáveis filmes. George Lucas escapa do cativeiro e vai buscar vingança. Junto com a princesa Leia, Chewbacca e o chinesinho do Indiana Jones e o Templo da Perdição, vão pra porrada contra os inimigos com direito a sabres de luz, lasers, reviravoltas, conspirações e… Spock!

Confira.

Se virasse filme de verdade eu assistiria fácil.

Chapolim Begins!

Ó! E agora, quem poderá me defender?

E se Spider-Man fosse dirigido por David Lynch?

Adoro a categoria de distopias cinematográficas. Aliás muitas das coisas que me divertem e me movem são representações distorcidas da realidade, mas de forma naturalista. Nesse caso um divertido concurso lançado pelo quadrinista Warren Ellis que elege o melhor poster do filme Spider-Man se fosse dirigido pelo David Lynch. Sabem que ele quase dirigiu Star Wars: Episódio V – O Império Contra-Ataca (veja aqui), né? A direção acabou nas mãos de Irvin Kershner, que faleceu hoje, por sinal. Mas voltando ao concurso, aqui estão os meus posteres favoritos até agora lançados.




Dança nos Filmes

Muitos clássicos da sessão da tarde, das antigas e recentes.
Uma homenagem à dança no cinema ao som contagiante de Footloose.
Só pra mexer a bunda um pouco nesse dia nublado.

Jane Austen´s Fight Club!

A escritora britânica Jane Austen, que no início do século 19 escreveu obras imortais da literatura, entre elas “Razão e Sensibilidade” e “Orgulho e preconceito”, tem nessa última obra o livro mais adaptado para cinema e TV na história da Inglaterra. Seus temas geralmente envolvem sermões dramáticos sobre moral, costumes e relações humanas conflituosas na aristocracia britânica do século 19, virando praticamente um subgênero. E claro, por isso, a autora é supersatirizada como a paródia “Orgulho e Preconceito e Zumbis!” (sério!) e agora um falso trailer que imagina como seria o filme Clube da Luta escrito por ela.

Viva a era digital

“A Embriaguez”

Sátira do filme “nhé…” do momento: “A Origem”.

To devagar aqui, eu sei.

Mas muitas novidades bacanas e filmes de Brian estão por vir.

Homenagem ao 4 de Julho

Hino do país mais poderoso do mundo.

Kazakhstan greatest country in the world, All other countries are run by little girls. Kazakhstan number one exporter of potassium, all other countries have inferior potassium. Kazakhstan home of Tinshein swimming pool, it’s length thirty meter and width six meter. Filtration system a marvel to behold. It remove 83 percent of human solid waste. Kazakhstan, Kazakhstan you very nice place, From Plains of Tarashek to northern fence of Jewtown. Kazakhstan friend of all except Uzbekistan, They very nosey people with bone in their brain. Kazakhstan industry best in the world, we invented toffee and trouser belt. Kazakhstan’s prostitutes cleanest in the region, except of course Turkmenistan’s. Kazakhstan, Kazakhstan you very nice place, From Plains of Tarashek to northern fence of Jewtown. Come grasp the might penis of our leader from junction with the testes to tip of its face!

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.